O que é tríade





Muitas pessoas desconhecem os efeitos negativos da tríade, com tudo é importante tratamento ou a prevenção. Temos atualmente vários meio de se tratar de doenças e transtornos especifico, os especialistas estudam para encontrar maneiras de estar a cada dia com mais iniciativas para que isso possa ser feito com perfeição. Muitos transtornos causam alteração em vários aspectos como a interrupção do ciclo menstrual, alteração no humor, muitas pessoas que passam por problemas como a anorexia e bulimia também desenvolve e tem tendencias a esse transtorno. Muito se fala em vida saudável, ir a academia malhar e ficar com corpo em forma, fala-se também em saúde, que não podemos ficar parados, pois só assim teremos mais vigor, mas não podemos esquecer que quando malhamos desordenadamente podemos sofrer com problemas no osso e musculares, por isso sempre procurar orientação.



Uma pessoa que malha sem prescrição de um especialista pode vir a sofrer com osteoporose (enfraquecimento ósseo), amenorreia (que é a parada da menstruação na mulher) os distúrbios alimentares também causam certo problemas e o conjunto desses sintomas agrava ainda mais tudo causando um caso clinico muito preocupante. Temos que procurar sermos indivíduos saudáveis, mas com disciplina e repeitando o corpo, quando os exercícios dão sinais negativos temos que nos controlar e fazer de nossa vida mais saudável. A pratica de exercícios é essencial a saúde, mas temos que estar conscientes de que o acompanhamento de um especialista pode ser uma grande medida para ter uma saúde plena e não procurar mais problemas. quanto a isso temos uma forte indicio de pessoas que querem um corpo perfeito e acabam exagerando e ficando com problemas mais sérios.

Tratamento e prevenção


Uma mulher com a tríade requer acompanhamento multidisciplinar, ainda quando a pessoa é uma atleta, isso ainda é mais complexo, pois um atleta participa de competições e em muitos do casos isso é uma profissão. Temos que reunir uma equipe de nutricionistas, psicólogos e psiquiatras. A manifestação dos sintomas podem ser a alavanca para que a pessoa que treina seja ela atleta ou não, procurar essa ajuda. Um estudo feito a respeito pela  Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) analisam uma forma simples de tratar esse problema com excelência. As pessoas que não são atletas também devem observar todos os sintomas e tratar o maus precoce possível para isso não se alastre e torne ainda mais grave. Quem faz exercícios físicos deve ter todo cuidado, a prevenção é sempre o melhor rémdio.