Como Fazer Compras no Exterior através da Internet

As compras pela internet é algo que vem se transformando com o decorrer dos anos. Sua extensão já é grande e quase toda a população, hoje em dia usa esse mecanismo para compras e muitas outras coisas. A internet é uma ferramenta rápida e na hora de compras no exterior rede tem várias lojas virtuais e físicas. Na hora de fazer as compras no exterior existem alguns serviços que não disponíveis de forma oficial no Brasil. 

As plataformas de distribuição digitais que menos se encontra no Brasil são as  de jogos e aplicativos para célula causando um grande transtorno. A medida que foi adotada por alguns bancos brasileiros para resolver esses perrengues pode ser a solução para as compras e negociação. Os bancos  Bradesco e Itaú e Santander já anunciaram que não aceitarão mais transações em real.

Motivo para Isso acontecer

As compras feitas em quaisquer lojas internacionais em que poderíamos compras preço que já estava convertido para real não serão mais processadas.  Estas lojas, oferecerem a opção para comprarmos em dólar ou com sua moeda estrangeira. O consumidor precisa manter a necessidade de um cartão de crédito internacional. Isso ocorre, pois os serviços internacionais como a compra de produtos das marcas PlayStation Store, Xbox Live, Google Play ou Windows Store o preço já pode ser visualizado na hora da compra em real.

Mudanças Para Melhor Servir os Consumidores


Os bancos também fizeram uma mudança no estilo dos serviços como o fornecimento de cartões internacionais  a seus clientes. Com isso as compras no exterior não sofrem com a incidência do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). Uma compra de R$ 100,00 terá uma taxa de 6% já cobrada no cartão. O produto terá  o valor convertido já na hora da compra facilitando ainda mais o consumidor na hora da compra, isso virá na fatura do cartão. Com essa transição a Associação Brasileira das Empresas de Cartão de Créditos e Serviços já deu dicas e orientações para os bancos não se surpreenderem com a mudança. A variação e cotação do dólar e a taxa IOF seguira na fatura do cartão.