Como Agir Com os Erros Bancários




O que mais deixa os correntistas preocupados são os erros bancários. Mas, o que os clientes podem fazer quando acontece esse tipo problema? Quando é corrigido imediatamente é fácil, mas quando a correção não é feita como proceder? O primeiro passo é juntar os documentos que comprovem o erro e ir direto para o órgão de defesa ao consumidor. Existem várias pessoas que já sofreram com esse tipo de problema é muito comum isso, mas não podemos vacilar, temos que ir atrás a nossos direitos. 

Erros Mais Comuns 


* Débito não autorizado em conta corrente, o cliente abre seus estratos  e demostrativos e percebe que há um débito. O cliente se sente lesado e a insatisfação abate, isso é muito chato e trás muitos transtornos para o correntista. Esse é um dos principais denuncias no ano de 2011 com mais de 2.921 pessoas fazendo reclamações.
* Cobrança de Tarifas Irregular também gera muitas reclamações para os bancos. A cobrança de serviços não encontrados é uma fonte para a cobrança irregular de tarifas.  Alguns bancos descontam taxas e tarifas de seus clientes sem autorização, com essa cobrança indevida os clientes levam muitos prejuízos. Quando os serviços não são autorizados o cliente tem o direito a reclamações.
* Alguns bancos não dão o esclarecimento ideal e acabam por confundir seus clientes. Quando o banco vende algum produto é de obrigação da instituição que apresente todas as informações corretas sobre esse serviço. O que ocorre muitas vezes é que o banco vende esse produtos, mas não esclarece o valor de suas tarifas e taxas, e isso gera muita reclamação. Quando for comprar algum produto oferecido, exija todas as informações e pesquise mais informações, através de outros veículos.
* Uma reclamação comum, também, são os prazos. Quando se faz uma reclamação os bancos costumam dar prazos para que resolvam os problemas, mas isso muita vez não é selecionado o problema.

Que Procedimentos Tomar Quando Ocorre Erros?


Em caso de erros devemos entrar em contanto imediatamente com a agência. A ouvidoria deve te dar um prazo de quando vai solucionar. Normalmente esse prazo é de 15 dias, quando isso não ocorre no período prescrito o cliente tem que procurar o órgão de de defesa ao consumidor. Muitas pessoas registra, a reclamação no Banco Central e será determinado um prazo de mais ou menos 10 dias para a resposta da agência bancária. O site do Banco central é www.bcb.gov.br.